Categorias

Do Rio para o Mundo: Conheça os Imperadores da Dança

O grupo vem ganhando notoriedade quando o assunto é passinho, dando destaque nacional e internacional para o estilo, nascido nas favelas da Zona Norte do Rio de Janeiro.

Você já ouviu falar do grupo Imperadores da Dança?

Criado em 2008, no Jacaré, zona norte do Rio, o grupo se tornou um dos maiores representantes do passinho foda.

No seu currículo, constam apresentações nas Olimpíadas do Rio e de Londres, um festival nos Estados Unidos e um na Suíça. Mais recentemente, o grupo se tornou conhecido ao ganhar o quadro “Dança de Grupo”, no Domingão do Faustão. 

Com Viviane Araújo como madrinha do grupo no quadro, os Imperadores da Dança precisaram disputar com outros oito grupos de dança o prêmio de R$ 100 mil.

O passinho foda

A vitória de um grupo de passinho foda em um programa de TV com ampla divulgação nacional serviu para projetar a modalidade para aqueles que ainda não estão familiarizados com esse estilo de dança. 

O passinho é mais do que apenas um movimento, ele faz parte de um cenário cultural do Rio de Janeiro. A dança, nascida nas favelas da Zona Norte da cidade, representa a história e a realidade de um grupo que resiste, dia após dia, aos problemas sociais impostos no nosso país. 

O Imperadores da Dança ultrapassou diversos obstáculos para conseguir chegar onde chegou. Para os ensaios das apresentações do Domingão do Faustão, Severo, líder do grupo, conta algumas das dificuldades encontradas no caminho.  “A gente ensaia nas ruas da favela, mas em dia de tiroteio ou de chuva, a gente tinha que procurar outro lugar pra se reunir”, explicou o dançarino. “Nós costumamos ir no Museu de Arte Moderna do Rio pra dançar embaixo da marquise, só que tinha um pessoal que às vezes não tinha o dinheiro da passagem, aí tinha que dançar na rua pra conseguir dinheiro”

A importância do Passinho

Para Severo, ter um grupo de Passinho dando certo no cenário da dança tem uma grande importância quando o quesito é representatividade. “O passinho é uma dança que veio das periferias do Rio de Janeiro. É muito bom fazer parte desse movimento e influenciar a vida das pessoas”. 

Toda quarta-feira à noite, os Imperadores da Dança se reúnem para ensaiar na pista de skate de Manguinhos. Lá, todos são bem-vindos. Desde crianças a adultos que nunca tiveram contato com a dança anteriormente. Para Severo, o mais importante é a vontade de aprender. “Eu não exijo que a pessoa saiba dançar pra caramba. Bom tu fica com o tempo.” completa o dançarino.

Quer saber um pouco mais sobre a história do Severo, líder do Imperadores da Dança? Assista ao minidoc criado pela Errejota, onde o dançarino conta sobre a sua experiência no grupo e a importância do movimento no Rio de Janeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *